sábado, abril 24, 2004

Benza, Deus!


"Benza, Deus, que chegou bem na hora H". Assim começa a música que dá nome ao mais novo cd de Luiz Carlos da Vila. Fui, na última quinta-feira, ao show de lançamento no Teatro Rival, comprei o cd -- com direito a autógrafo -- e ele simplesmente não sai do drive do meu computador (sim, um escravo da internet ouve cd no pc!).

Em seu sexto disco, Luiz Carlos confirma a alcunha de "poeta do samba". O trabalho é uma homenagem a Martinho da Vila e a Dona Ivone Lara, mas o cantor e compositor fez questão de incluir um agradecimento especial ao pessoal da Santa Casa de Misericórdia. Entre 2002 e 2003, Luiz Carlos da Vila lutou contra um câncer e, felizmente, conseguiu sair vitorioso. Este difícil momento foi traduzido, é claro, em poesia, na música "A Cigarra e o Samba":

"Se é pra morrer, morrerá com melodia
Desata esse nó da garganta
E imita a cigarra, meu compadre
O Samba suplanta,
É o vinho que bebe o herege e o frade
E todo dia em louvor
Com artimanha ele invade
Se é pra viver
Viva a felicidade"

Benza, Deus, que o cd do Luiz Carlos da Vila chegou bem na hora H! Pra mim, já é o melhor disco do ano!
Postar um comentário