sexta-feira, abril 26, 2019

Filme Moutela


O vídeo Moutela foi produzido em 2008 por Décio Conforto sobre a memória do Largo do Moutela que fica em Jacarepaguá no Rio de Janeiro.

O filme mostra a transformação dos estabelecimentos do bairro entre as décadas de 1970 até o ano de 2008. Nele estão seus frequentadores dos bares da região.

As figuras mais marcantes e as lembranças dos que estão vivos, mas sobretudo dos que já se foram, dentre os quais estão Mussum, Miró, Seu Antonio, Luiz, o Coruja, Paulo, Sidney, dentre outros que podem ser vistos no filme.

Na ótica do diretor, que registra as transformações que ocorreram na região desde a década de 70, fica a saudade e a lembrança da localidade.

O filme Moutela é uma homenagem a memória e a história do Largo do Moutela, que é passagem entre a Freguesia, Anil e a Gardênia Azul em Jacarepaguá.

Dentre todos os estabelecimentos, o mais antigo em funcionamento, ainda hoje, é o Bar Universo do Valtair.

Convidamos a todos, entrarem neste túnel do tempo e percorrer essa história. Eis o Moutela.

Um agradecimento especial ao Arquivo Central do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN que cedeu 2 fotos do Largo do Moutela na década de 80, com a visão da Igreja da Pena.

A trilha sonora é composta por diversos chorinhos.

segunda-feira, dezembro 31, 2018

2019

Que seja de saúde, mesmo que sinta doente

Que seja de equilíbrio, mesmo que esteja uma loucura

Que seja de resistencia, mesmo que esteja injusto.

Que seja sabedoria, mesmo que esteja desértico

Que seja de fortalecimento dos laços de amizade, mesmo que estejamos sozinhos.

Que seja de força.

Que consigamos renovar as esperanças.

Que consigamos preservar nossas instituições.

Que possamos proteger nossos amores

Que seja de luta.

Que cultivemos nossas esperanças,  independente de nossas andanças.

Que seja plena a vida.

domingo, novembro 11, 2018

Receios

Por Renato Motta

Meu receio...
Assinar mil petições
O ano inteiro
E só ver destruições
Meu devaneio
Entre golpes e usurpações
Ser forasteiro
Expropriado, explorações
No território permeio
Nossas indignações
Meus direitos, serpenteio
Sem ar nos meus pulmões
Angustias, que as sinto em escanteio.
Sociedade, controle em robotizações
Não há outro meio
Que não sejam em doses
 Revoluções

domingo, outubro 28, 2018

Apesar de Você

Por Chico Buarque

Hoje você é quem manda
Falou, tá falado
Não tem discussão
A minha gente hoje anda
Falando de lado
E olhando pro chão, viu

Você que inventou esse estado
E inventou de inventar
Toda a escuridão
Você que inventou o pecado
Esqueceu-se de inventar
O perdão

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Eu pergunto a você
Onde vai se esconder
Da enorme euforia
Como vai proibir
Quando o galo insistir
Em cantar
Água nova brotando
E a gente se amando
Sem parar

Quando chegar o momento
Esse meu sofrimento
Vou cobrar com juros, juro
Todo esse amor reprimido
Esse grito contido
Este samba no escuro

Você que inventou a tristeza
Ora, tenha a fineza
De desinventar
Você vai pagar e é dobrado
Cada lágrima rolada
Nesse meu penar

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Inda pago pra ver
O jardim florescer
Qual você não queria
Você vai se amargar
Vendo o dia raiar
Sem lhe pedir licença
E eu vou morrer de rir
Que esse dia há de vir
Antes do que você pensa

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Você vai ter que ver
A manhã renascer
E esbanjar poesia
Como vai se explicar
Vendo o céu clarear
De repente, impunemente
Como vai abafar
Nosso coro a cantar
Na sua frente

Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Você vai se dar mal
Etc. e tal
Lá lá lá lá laiá

sábado, setembro 29, 2018

Primavera das Mulheres

Hoje será um dia histórico de luta contra o fascismo que se avoluma em nosso país.

Tudo por causa de um candidato do Rio de Janeiro à Presidente da Republica. Inominável e intragável

Uma pessoa despreparada para o cargo e que representa o atraso, a opressão, da perseguição, da ignorância, da intolerância e o ódio.

Desse projeto eu tenho medo, mas não fujo à luta.

As manifestações ocorrerão em diversas cidades e nós estaremos na rua, demonstrando nossa solidariedade e nosso apoio.

Será um marco de luta e de resistência no Brasil.

Somos historiadores e conhecemos muito bem essa história.

Mostraremos nas ruas, em coro com as mulheres.

Florescerá a primavera das mulheres em um só coro em milhões de vozes em um uníssono:
#EleNão #EleNunca

sexta-feira, setembro 28, 2018

Luto pelo Museu



Por Renato Motta

Meu coração está luto.
O Museu Nacional morreu,
Lambeu
Na língua de fogo lasciva
Ato ignóbil, vil, usurpador
Daquele que se diz presidente
Deixando esse povo com a dor
Mas que sinto é ríspido e pungente
Que faleceu esse meu grande amor

As diversas paredes formosas
No palácio de puro esplendor
Encontrava-se tantos tesouros
Outrora residência do Imperador
Detalhes folheados a ouro
Múmias, da América e do Egito
Fósseis, animais em coleção
E que se foram, quase num rito
Da miséria de nossa nação

Já sinto saudades... Luzia
Meu marco do antepassado
Que foi novamente perdido
Seu osso, em chamas, assado
E o meu coração corroído
Por essa indigna nação
Que perdeu sua maior riqueza
A ciência que se produziu
Marcos, culturas e realeza
E que agora, com o fogo sumiu

E se houver esperança em ruína
De um Museu que era a minha casa
E na história que tudo se ensina
Sou anjo, tristeza sem asa
Na estrutura tão oca e sem vida
Agora é um neo Coliseu
Te olho, meu puro tormento
Em luto por ti, oh Museu
Que agora, no meu sentimento
Eu luto, por ti, meu Museu

terça-feira, abril 17, 2018

Sonho nosso

Sonhar...
Essa capacidade inerente do ser humano de transformar em força motriz a esperança.
Sonhar...
Significa extrair das adversidades,
Instigar a renovação, possibilidades de realização.
E porque não? Acreditar...
Mas.. Dona Ivone Lara ressignificava em suas musicas, em seu sonhos e crenças...
Acreditar, Eu não!!
Em suas letras e na sua vida, inverter o estabelecido. E que hoje chamam de "empoderamento"...
Recomeçar, Jamais!
Uma guerreira que, através da arte, do samba e da poesia, tornou-se compositora. Mas...
A vida foi em frente e você simplesmente não viu que ficou pra trás.

Dona Ivone ontem se foi e nós ficamos com essa incomensurável saudade.
E quem sabe...
Se na madrugada, em sua ausência, fica ainda mais vazia.
Nos resta sobretudo, sonhar...
Sonho nosso apenas.
Repleto de saudades.
Porque em seu sonho vivido e realizado!
Hoje faz parte da nossa cultura viva
Está na alma da Serrinha
Em seu vasto Império Serrano em verde e branco!
Na essência Carioca.
O seu sonho cantado,
Estará em cada roda de samba da vida!
E eternamente relembrado e vivido.
Embalando os nossos corações.
Descanse em paz Ivone.
e seja simplesmente, como você sempre desejou.
O Sonho Nosso

"Vai mostrar esta saudade, sonho meu
Com a sua liberdade, sonho meu
No meu céu a estrela guia se perdeu
E a madrugada fria só me traz melancolia
Sonho meu"
Dona Ivone Lara