quinta-feira, outubro 07, 2004

Cordel do Fogo Encantado



Esse é um trecho do primero disco do grupo Cordel, declamado por Lirinha que vale a pena ser lido:

"A gente vem lá do sertão de Pernambuco, de uma cidade
chamada Arcoverde.

O poeta *Zé da Luz, do início do século escreveu uma poesia, porque falaram pra ele que pra falar de amor é necessário um português correto e tal.

Aí Zé da Luz escreveu uma poesia chamada "Ai se sesse" que diz assim..."


Se um dia nós se gostasse;
Se um dia nós se queresse;
Se nós dos se impariásse,
Se juntinho nós dois vivesse!
Se juntinho nós dois morasse
Se juntinho nós dois drumisse;
Se juntinho nós dois morresse!
Se pro céu nós assubisse?
Mas porém, se acontecesse
qui São Pêdo não abrisse
as portas do céu e fosse,
te dizê quarqué toulíce?
E se eu me arriminasse
e tu cum insistisse,
prá qui eu me arrezorvesse
e a minha faca puxasse,
e o buxo do céu furasse?...
Tarvez qui nós dois ficasse
tarvez qui nós dois caísse
e o céu furado arriasse
e as virge tôdas fugisse!!!


O Poeta Zé da Luz - Severino de Andrade Silva, nasceu em Itabaiana-PB, em 29/03/1904 e faleceu no Rio de Janeiro-RJ, em 12/02/1965
Postar um comentário