sábado, outubro 11, 2003

Num bar do Rio...


Olhem como são as coisas, né?! A cultura popular se encontra em pequenos dede nosso cotidiano. Vejam o que encontrei:

Dia desses passeando pela Rua do Mercado, resolvi parar para tomar uma gelada no bar da esquina. Quieto no meu canto, iniciei uma observação profunda do estabelecimento (que não tinha tantas coisas assim). Quando de repente meus olhos se fixaram num pequeno pedaço de papel que tinha a “Oração do Comerciante”. Achei o texto muito bem bolado. Vejam: (só não me perguntem quem é o tal Pastor Matias).

Oração do Comerciante
Pastor Matias
Freguês nosso que estais atrasado
Venha a nós o vosso dinheiro
Seja paga a vossa conta
Só a vista, nunca a prazo.
O saldo restante quitai hoje
Perdoai as nossas exigências
Assim como nós perdoamos as vossas amolações
Não nos deixeis cair em atraso com nossos fornecedores
Mas, livrai-nos senhor, dos caloteiros.
Amém!
Postar um comentário