quarta-feira, março 03, 2004

E o sonho se desfez


Dentre as crianças brasileiras, a profissão sempre foi uma constante... Sonhos que habitam e povoam as mentes desses pequenos seres.
Umas dizem que querem ser professoras - fruto das secretas paixões aos metres. Outras preferem advogados ou médicos em função do amor pelas profissões dos pais.
Mas nada supera o sonho desses meninos em ser um futuro jogador de futebol, pelo time do coração e pelas suas cores e bandeiras.

Pois pra ele não era diferente, menino pobre, nascido no suburbio do Rio, se esforçava para um dia chegar lá. O time de coração ele nunca escondia, era uma pintura em rubro- negro. Em um dia ser Zico, Adílio ou qualquer Deus que povoa a galeria do Flamengo durante a sua infância.
Time que conquistou titulos para, ele poder "zoar" com os seus colegas do bairro.

E não é que por ser decidido e teimoso e ter uma certa habilidade com a bola, resolveu encarar todas as dificuldades e ser jogador de futebol? Foi atras, mas a Gávea era um sonho distante, quase impossivel, jogar com a camisa do Flamengo. E o seu sorriso dentuço estampava isso.

Percorreu os mais tortuosos caminhos, lutou, enfrentou dificuldades e finalmente deu seu primeiro passo, pois um time o aceitou. Olheiros e bisbilhoteiros, empresários e advogados, acordos, procurações.

Foi mandado pra longe do Rio, Minas e Seleção Brasileira.

Seu nome agora era conhecido, aclamado nos quantro cantos do planeta, principalmente depois daquela copa, ter sido campeão do mundo, titulo máximo. O melhor do mundo, ele era o melhor do mundo... E com todos os sonhos, era um craque Real, que ainda, a pouco tempo ainda sonhava... e só faltava um sonho...

Ontem, Rodaldinho Fenomeno disse que quer terminar sua carreira no time espanhol Real Madrid. Novo contrato, verba adiantada...
Esse é o tal futebol profissional, que se baseia em cifras e na usurpação de nossos idolos para o exterior. O futebol desigual, na lógica do mercado e das relações internacionais...

E de uma só vez, o sonho do menino do suburbio em vestir Rubro-Negro se desfez...
O meu sonho de ver Ronaldinho com o seu futebol fenômeno no Flamengo acabou...
E principalmente, o sonho de muitos meninos que poderiam ver o craque com a camisa Flamengo, produzindo novos sonhos e craques, esse sonho não se fez.

E de uma só vez, o craque acabou com o sonho de três
Postar um comentário