sábado, março 13, 2004

Schin X Brahma

Não acho que se deva fazer tudo por dinheiro. Uma das coisas que grana alguma justifica é assumir papel de palhaço em rede nacional. Há alguns meses, Zeca Pagodinho estava nas telinhas do Brasil experimentando uma nova cerveja. Qualquer pessoa que já tenha visto uma entrevista de cinco minutos com o cantor sabe que ele só toma a número 1. Talvez exatamente por isso, a tal cervejaria que queria ser experimentada deve ter insistido e investido muito para ter Zeca como garoto-propaganda. Pois bem, muitos milhares de reais e poucos meses depois, ele volta à telinha, agora saboreando a cerveja da qual ele sempre fez propaganda de graça por aí. Não gostei de atitude, acho que soa como falta de ética. Sei muito bem que garoto-propaganda não é profissão e, portanto, não tem código de ética, mas essa palhaçada toda é muito esquisita. Já imaginaram o Sebastian fazendo comercial da Leader? Pior do que fazer o comercial da concorrente num espaço tão curto de tempo é cantar aqueles versinhos "Fui tomar outro sabor / Eu sei / Mas não largo o meu amor / Voltei". Continuo fã incondicional de Zeca, mas essa não vai descer redondo...
Postar um comentário