domingo, março 12, 2006

Saiu no Blog, saiu no Góes



Dia desses deparei-me com uma foto na coluna do Ancelo Góes sobre um folião que havia deixado um explendor de carnaval numa obra em Vila Isabel, exatamente na Rua Torres Homem.

Longe de ser um observatório da imprensa, o Babilônico mais atento pôde ler aqui o Epilogo dos atos da Vila Isabel onde fui testemunha ocular da equipe da CEDAE que adornou cones e a barreira contra acidentes, com restos de fantasias que foliões deixaram pela rua, e que uma equipe de fotografos registrou a gaiatice dos funcionários.

No dia seguinte passei pelo local e constatei que a pista já estava liberada sem barreira, e que os adornos não se encontravam mais. Neste caso, enganou-se Góes!
Postar um comentário