sexta-feira, março 10, 2006

Marcha Soldado, Cabeça de Papel


RIO DE JANEIRO- Após o furto dos fuzis do quartel de São Cristovão e com a ocupação e cerco do efetivo militar em pelo menos sete morros cariocas, a impressão da população é de segurança e paz pública, mesmo com os tanques apontando os canhões para as comunidades, o clima é de que agora a violência na cidade vai minguar.

Mas no fundo, não sabemos se o exercito tem uma tropa de elite preparada para lidar com os traficantes e se será capaz de recuperar o armamento roubado. Para agravar o caso, um traficante resolveu provocar os soldados, imitando a música "Marcha Soldado cabeça de papel/ Se não marchar direito vai preso pro quartel".

Nós que vivemos quase 20 anos de ditadura militar de direita, ficamos sempre apreensivos com as instituições de segurança pública, principalmente o exército que foi responsavel por barbaridades e atrocidades contra os direitos humanos durante a Ditadura (toruturas e assassinatos nos quarteis do Brasil).

Mas como a conjuntura histórica hoje é completamente diferente, temos a impressão de que o Rio de Janeiro está mais seguro! Será??? O que achas nobre babilônico????

Estes anacronismos é que me matam!!!
Postar um comentário