sexta-feira, fevereiro 28, 2003

No Carnaval


Por Janice Japiassu - Recife-PE

No carnaval eu me jogo
No rio Capibaribe
Com o vinho de Dionísio
E o desatino de Nietzsche


Pulo da ponte da vida
Como disse João Cabral
Por dentro da fantasia
A vida do Carnaval


No carnaval eu me afogo
No som quente dos metais
Acordo minha bailarina
E dorme meus punhais


No carnaval eu me abraço
Com a cor de qualquer bandeira
Depois volto aos meus pedaço
(mais isso só na quarta feira...)

Postar um comentário