segunda-feira, novembro 03, 2003

Scenario no Rio

Rua do Lavradio, Centro da cidade do Rio de Janeiro. Scenario – Um centro cultural cheio de relíquias. Um Relicáriopara historiador nenhum botar defeito.

O lugar é encantador por cada detalhe espalhado em três andares diferentes, em cada ambiente, onde o ecletismo de objetos nos remete a qualquer lembrança ou história.

Objetos africanos, indígenas, nordestinos, de rendeiras, vários pianos espalhados, instrumentos, espelhos de prata, maquinas, fotos, pinturas, bonecos, santos barrocos, lampiões, bicicleta, etc... (Destaque para a foto do Getulio Vargas numa parede e um carregador de gente, lembrando nosso período de escravidão).
Fui neste último sábado e fiquei encantado.

A programação cultural foi embalada por um grupo essencialmente acústico, harmonizado com acordeom, flauta transversal, dentre a percussão marcante, onde pude ouvir: forró, samba, afoxé, baião, jongo, lundu, dentre outros ritmos a ciranda onde todos, acabaram participando de uma grande roda no salão principal. Realmente um grupo fantástico e envolvente.

Mas tudo isso tem um preço, e convenhamos, bem caro: 18 Reais a entrada. Os preços lá dentro também estão salgados, uma cerveja de garrafa a 6 Reais é o parâmetro.

Valeu pela experiência, mas confesso que esse é um programa que não faz parte da minha realidade.

Um lugar maravilhoso desse, poderia ser mais barato, mas... Como já tem público cativo, que pagar por esse programa, só posso me contentar em ficar com minhas preciosas lembranças.

Quem sabe num longínquo mês, de um ano que vem futuro possa ir ao Scenario...
Aí sim, talvez possa dar, o ar de minha graça. Observar os objetos e fazer uma viajem no tempo e no espaço para um passado de Machados, de Jobins, de Gonzagas, Severinos, etc...
Se você puder, não perca... Recomendado pela Babilônia (com certeza).
Postar um comentário