quinta-feira, setembro 12, 2002

Apocalipse, Rio


Pronto para ir ao Maracanã ver o jogo do Flamengo fui em direção à Gávea, para de lá ir ao estádio.
O ônibus era o 750 que percorre da Cidade de Deus até a Gávea.

Uma movimentação me chamou a atenção, da auto estrada do viaduto do Marapendi, que tem uma visão privilegiada da zona sul, tinha duas aeronaves dnado um clima de guerra ou algo assim.

Cerca de três helicópteros, davam voltas circulares na praia de São Conrrado, mapeando o mar e o morro, tendo aquela faixa de luz apontada para a terra.
Depois fiquei engarrafado durante 20 minutos dentro do tunél Zuzu Angel, nos arrdores do morro Dois Irmãos, perto da maior favela do Rio - a Rocinha.
Chegando na sede do Clube de Regatas do Flamengo, soube que a cidade estava em estado de alerta, e que seria extremanente perigoso percorrer a cidade a noite.
Meu programa de ir ao Maraca, foi cancelado.

Por precaução, retornei a Jacarepaguá.
Já em casa, jentei com meus pais, que prepararam os pratos prediletos de Brigite Bardeau. Regado a um bom vinho seco.
Estava divino.
O Flamengo ganhou de 3 X 2 do Altetico-PR. Maravilha.
O certo é que:
Melhor prevenir do que arriscar mas... será que o 11 de setembro foi aqui no Rio?.
Postar um comentário