quarta-feira, agosto 31, 2005

Observando o observatório da Imprensa




Sim! Eu sei que o campo é território dos bastiões da comunicação, O Observatório da Imprensa é um ótimo programa que busca discutir o papel da mídia.

Hoje a Babilônia (neste caso este escriba que vos pertuba a retina com este amontoado de palavras) parou para observar o Observatório da Imprensa.

O programa que teve como principal foco os “Blogues” e o seu reflexo na mídia.
Este é um bom tema para o fim de noite de uma terça feira quente aqui no Rio.

Vejamos... O programa mostrou a análise do blogueiro daqui da minha terrinha, nosso prefeito César Maia (aliás nosso não, porque não votei nele) analisando os blogues Marrom e Blat (acho que é assim). Em seguida iniciou-se uma entrevista com os dois jornalistas falando de suas experiências felizes neste espaço virtualmente, nem tão novo assim.

Marrom e Blat (insistindo, acho que é assim) são os maiores destaques sobre o atual escândalo no Planalto Central e a conjuntura política brasileira.

Eles mostraram a possibilidade de se escrever e comentar quase que instantaneamente. Seja uma noticia, um furo jornalístico e que esse dinamismo influenciou a grande e tradicional mídia.

De certo que hoje vemos muitos jornalistas com seu bloguinho em algum canto desta oceano internáutico.

Logo em seguida, o apresentador corta com uma grande questão. Em outras palavras, o blogue nunca vai substituir o jornalismo, porque ele não tem os princípios éticos, metodológicos da Imprensa, ou do jornal.

Fiquei me questionando que princípios e éticas são estas? Em meados de 1996 e o RJ TV resolveu cobrir a cobrança uma taxa mensal na escola de Química. Fui entrevistado como representante do DCE/UFRJ e logo na primeira tomada de perguntas e respostas Cristina (que está lá pelas bandas do Paraná) parou a gravação e tentou orientar minhas respostas:
- Fale mais abordando a taxa!
Respondam-me a provocação, qual foi o repórter que nunca fez isso?!!! Isso é jornalismo ético?


Um jornalista da folha de São Paulo (confesso que agora não lembro o nome dele) convidado para comentar abordou o assunto de forma interessante. De que sim, os blogues são um fenômeno crescente e que estes princípios jornalísticos foram levados pra dentro dos blogues por estes jornalistas.

Breve pausa: Confesso que, por ter um blogue com quase 4 anos completo, fiquei com inveja em não ter noção do que é o princípio jornalístico! Esse modo de se escrever que lemos todos os dias na folha impressa? A forma investigativa do jornalista em apurar os fatos?

Cairíamos numa discussão mais filosófica! Ou mesmo historiográfica! O que são os fatos? Os fatos são os que estão nas pautas da redação e publicado? Logo, por serem publicados são fatos? Logo, por serem fatos são história?

Realmente, não vejo mais o jornal do mesmo jeito! Babilôniaaaaa!!!!
Postar um comentário