terça-feira, dezembro 23, 2003

Feliz Natal, Que venha o Babilônico 2004




Aos amigos bloggueiros que insistentemente fazem das visitas ao meu pequeno espaço virtual, um dos motivos principais de minha parca dedicação. Escrever, escrever, escrever... Que ofício interessante e instigante... Mais que um diário, uma busca pelo texto leve e interessante

Aos meus esforços, e as casualidades, que em pouco tempo fizeram o dispositivo de page views aumentar para Estratosfera de quase 15.000 acessos. (pó, é gente pra caramba querendo ler o que ando fazendo). Em especial Cláudio Motta, Elis Monteiro, Joanar e Luis Gravatá.

Aos mais incisivos bloggueiros que deixam comentários, opinam, quase que religiosamente num sistema de comentário mais pilantra que já vi, que não se definiu se vai ou se fica aqui na Babilônia,.

Aos meus amigos da SOCABA, responsáveis pelas diversas experiências que aqui são postadas.

Ao G.R.E.S Unidos do Anil, que tem sido um espaço de aprendizado constante, tanto musicalmente quanto na percepção da lógica de uma pequena Escola de Samba.

Aos amigos do CEACA-Vila, por serem uma família que, vai muito além de um simples trabalho, mas um aprendizado de vida, de pessoas que me ensinam a cada dia sobre a dura realidade, em se morar no Complexo do Morro do Macaco. Aqui minha vida é um desfio constante em pensar sobre a Inclusão Social. Essa é a minha missão.

Aos Blogues lincados, e aos que ainda irei lincar.

Aos bloggueiros que ainda não descobriram essa Babilônia. A todos o meu Feliz Natal e que venha o Ano novo babilônico.

Aliás, quero informar que no dia 25 estou indo para Recife e só volto no dia 13 de janeiro. Por isso não se assustem, a babilônia não morreu.
Se conseguir um computador conectado, tentarei postar alguma coisa aqui, lá das terras de Guararapes, como fazia em 2002.


A Babilônia será pernambucana.....
Postar um comentário