terça-feira, julho 22, 2003

Incenso


Ascendo um incenso, vejo a fumaça ao longe, dissipar-se no ar.
E o ambiente, assim vai se perfumando.
Aproveito a minha solidão na madrugada e reflito.
A casa toda vazia.
Somente eu e a agridoce fumaça.
E o silencio.
Meus pensamentos em paz.
E aqui me vejo brotando em palavras.
Sinto sono!!!
Vou dormir em paz.
Postar um comentário