domingo, janeiro 16, 2005

Já é... Carnaval


A utilidade pública da Babilonia informa: Já é carnaval e colocaremos em dia os points da Folia carnavalesca pela cidade, pra quem pensa que o Rio de Janeiro é só Marques de Sapucai, os blocos vão desfilar em todos os cantos da cidade, com direito a muita paquera, muito suor e muita cerveja. É só conferir caros babilonicos:

16/01 - Domingo
Pra quem é de Jacarepaguá - Hoje tem folia a partir das 19:00 horas a Bateria da Renascer de Jacarepaguá ensaia na Nelson Cardoso Largo do Tanque.

20/01 - Quinta-feira
Boulevard 28 de setembro - Vila Isabel. Ensaio técnico da Bateria da Unidos de Vila Isabel

21/01 - Sexta-feira
  • Escravos da Mauá, às 19h Largo de São Francisco da Prainha (Centro) Como de hábito, o ápice do Fabuloso Réveillon do Samba da Mauá será a passagem da meia-noite, com muito guaraná CHAMPANHE, queima de FOGOS de estrelinhas, BRANCO na indumentária (com as manguinhas azuis e amarelas da nossa camiseta, é claro), BEIJO na boca e, dessa vez, também com a bateria nota 10, comandada pelo Mestre Penha. O evento vem sendo considerado nos últimos anos como o melhor réveillon do planeta e é unânime a opinião de que a nossa cascata é muito melhor do que a do Méridien. Na cidade, só se fala em outra coisa.

  • Ensaio da Renascer de Jacarepaguá - Quadra da escola no Tanque


    22/01 - Sábado
  • Banda da Barra, às 12h Condomínio Barra Bella, Sernambetiba 5000.
    Banda Barra está completando 20 anos, e seu padrinho este ano será o
    cartunista Lan que tb desenhou a camisa. Concentração na porta do Barra Bella (Bingo da Barra) a partir das 8h, desfile pela Senambetiba até o posto 3.


  • Monarcas da Glória, às 13h Taberna da Glória, Rua do Russell, 32 (Glória)
    Este será o primeiro desfile do bloco, formado pela turma de uma ala da escola de samba Paraíso do Tuiuti. A bateria é comandada por mestre Guilherme e o bloco contará ainda com a presença da Velha Guarda Musical da Vila Isabel.

  • Imprensa que eu gamo, às 15h - Mercadinho S. José (Laranjeiras)
    O bloco, como o nome já demonstra, é organizado por jornalistas. A
    concentração é no Mercadinho S. José, na Rua das Laranjeiras e o desfile segue pela Gago Coutinho, vira no Largo do Machado e retorna para o Mercadinho pela Rua das Laranjeiras.

  • Banda de Ipanema, às 15h Praça Gal. Osório com R. Teixeira de Melo (Ipanema)
    A Banda, fundada em 1965 por Albino Pinheiro, foi recentemente declarada patrimônio cultural da cidade, mas nem todos concordam. Se na época contestava com irreverência a Ditadura e contribuiu para o renascimento do carnaval de rua na zona sul, hoje é basicamente um desfile de travestis. Jaguar, que também foi fundador da banda, diz que a verdadeira banda de Ipanema morreu em 1999 com Albino Pinheiro, seu principal divulgador. O desfile começa na Rua Teixeira de Melo, passa pela praia e retorna pelas ruas Joana Angélica e Visconde de Pirajá. A banda também desfila no sábado e na terça de carnaval.

  • Spanta Neném, às 16h
    Parque dos Pedalinhos (Lagoa)
    O Spanta Neném desfila pela ciclovia da Lagoa. As cores do bloco são azul e amarelo.

  • Nem Muda nem sai de cima, às 17h
    Bar da D. Maria (R. Garibaldi) (Muda)
    Muito animado e bateria bem ensaiada, composta de ritmistas do Salgueiro.


    23/01 - Domingo
  • Cordão Literário Carnavalesco Armazém do Manuel, às 15h
    Armazém do Manuel, Rua Morais e Vale, 32 (Lapa)
    O cordão nasceu em 2002 e um dos seus objetivos é homenagear o poeta Manuel Bandeira, que morou entre 1933 e 1953 na rua do Centro Cultural Armazém do Manuel, a Morais e Vale, na Lapa. Manuel Bandeira é patrono do Centro Cultural onde surgiu o cordão, mantido pela Associação Cultural Embaixada das Caricatas. Vá fantasiado.

  • Segura prá não cair, às 17h
    Bar Estephanio´s, Rua dos Artistas 130 (Vila Isabel)
    O Segura já homenageou Noel Rosa, Beth Carvalho e Martinho da Vila e este ano, em seu quarto desfile, presta homenagem ao poeta Aldir Blanc, que estará presente no desfile. O enredo do samba é baseado no livro de reminiscências do compositor, que morou na rua onde é realizada a concentração do bloco. O ponto alto do Segura é a bateria, formada por ritmistas da escola de samba Vila Isabel.

  • Postar um comentário