sexta-feira, maio 29, 2009

Se há algo fascinante em nossa TERRA BRAZILIS contemporânea é nossa
DIVERSIDADE. Aliás, paro aqui minha definição, sem nenhum substantivo
adjetivo ou Complemento Nominal.

Estes formalismos gramaticais reduziriam substancialmente a essência
da palavra "DIVERSIDADE". Pinçemos então o meu exemplo. Um belo
exemplo do que vejo aqui por Recife e transformando no cerne deste
POST. Como o único POST CAST BABILORVM (...)

(...)

Inacabado
Me desculpem
Meu raciocínio em clamar este prólogo, cheio de reticências e pompas
que fiz ontem a noite.
Tive sono, dormi sobre o caderno. Tendo apenas tempó de apagar a luz e
cair nos braços de Morfeu!
Só ficou esse registro e não tenho a mínima idéia do que ia prosar com
o caro Babilônico.
Esse texto inusitado que abriria as cortinas do meu pensamento
Parei aqui.
Não consigo retomar
Enfim, esqueci
E não tenho idéia do que iria falar.

Portanto, caro Babilônico.
Se tivestes a paciencia de chegar até aqui nesta quase vigésima linha.
Sugiro desligar esse computador, e sair para rua, tomar uma cerveja e
beba em homenagem a vida.
E quem sabe, ainda neste final de semana, lembre do que gostaria de
postar aqui na Babilônia?

BABILONIA POUCA É BOBAGEM.

Em tempo! 18hs e cai um dilúvio em Recife. O que Zeus e o Olimpo reservam a Veneza Brasileira. Só Tupã sabe!!!! Que São Judas Tadeu transforme o furacão numa brisinha dentro do Coliseu Maraca!
Reina Reina No Romper da Madrugada!!!

Postar um comentário