quinta-feira, janeiro 22, 2004

Honra ao Mérito


Ontem fui testemunha de um momento único. No Canecão, tradicional palco de espetáculos do Rio de Janeiro, aconteceu mais um show da série "Sambas da Cidade", comandado por Moacyr Luz, Luiz Carlos da Vila, Tereza Cristina e Jards Macalé. Mas a emoção ficou para os convidados da noite, dois bastiões do samba: Dona Ivone Lara e Wilson Batista. Como a Tereza Cristina muito bem ressaltou, "hoje estou realizando um grande sonho, que é o de ver juntos, nesse palco, Dona Ivone cantando com o Wilson Batista". Apesar de várias décadas de carreira, Mestre Wilson pisava pela primeira vez no palco do Canecão. E fez questão de transbordar sua emoção chorando ao cantar, acompanhado por um forte coro da platéia, a música Senhora Liberdade, de sua autoria junto com seu histórico parceiro, Nei Lopes.

Ao final deste comovente espetáculo, que teve outros pontos altos (como o momento em que todos os cantores levaram juntos a bela música Saudades da Guanabara, uma nostálgica declaração de amor ao Rio de Janeiro), saí de lá com a certeza que São Sebsatião, de algum lugar, sorria satisfeito e orgulhoso dos ilustres filhos de sua amada cidade.

Viva a alma carioca!

SENHORA LIBERDADE
Wilson Moreia e Nei Lopes

Abre as asas sobre mim
Ó Senhora Liberdade
Eu fui condenado
Sem merecimento
Por um sentimento
Por uma paixão
Violenta emoção, pois
amar foi meu delito
Mas foi
um sonho tão bonito

Por caridade, ó Liberdade
Abre as asas sobre mim
Por caridade, ó Liberdade
Abre as asas sobre mim

Não vou
Passar por inocente
Mas já
Sofri terrivelmente

Hoje estou no fim
Senhora Liberdade
Abre as asas sobre mim
Hoje estou no fim
Senhora Liberdade
Abre as asas sobre mim
Postar um comentário