quarta-feira, agosto 06, 2003

A Votação


"Você marcou com traição
A quem sempre te deu a mão"


Globon Ontem fiquei até tarde (aproximadamente até a uma hora da manhã do horário de Brasília) assistindo a TV Câmara e observando a votação da Reforma da Previdência.

Realmente foi uma votação cheia de lados, polêmicas e que vai redefinir a política do governo federal.

O embate entre a oposição (que hoje é o PSDB, PFL, PP) e os partidos de sustentação à Lula (PT, PSB, PTB, PPS, PC do B, PL) foi tensa e os discursos inflamados.

Os opositores cantavam o refrão do samba que Beth Carvalho imortalizou, (está no inicio deste post) numa alusão ao projeto de reforma, que o PT historicamente sempre votou contra.

Alguns deputados levantavam, dentro do Plenário um cartaz escrito "Partido dos Traidores". Foi impressionante. Os discursos dos lideres do PFL e do PSDB reforçando que a partir daquele momento histórico, não poderíamos defender em praça pública a lisura do PT. (Observava na tela Luciana Genro PT-RS muito abatida)

A defesa da base foi interessante, mas achei que o líder do PT (Nelson Pelegrinno BA) argumentou de forma triste, muito técnica. Mas ambas as partes falavam em nome dos velhinhos, aposentados, pensionistas.

Posso dizer com certeza que o processo foi desgastante. Creio que a tese Articulação do PT, teve uma vitória, mas ainda pairam dúvidas e os destaques são pontos muito duros e que vão desgastar mais ainda.

Minha opinião, ainda é de dúvida. Se o governo se esforça para impedir que salários astronômicos sejam para poucos privilegiados (tipo 57.000 reais por mês para um juiz) me coloco sou a favor do governo Lula.

Se o governo se esforça em possibilitar que pessoas que recebem somente 240 reais (salário mínimo) possam contribuir para uma previdência com 20 reais para uma aposentadoria me coloco sou a favor do governo Lula.

Sei que não estamos num processo de revolução, contra os privilégios, contra a desigualdade, a opressão e a escravidão que existe no Brasil. Por isso que acredito que esta seja a forma que o governo viabilizou as mudanças. Nesse caso, os parlamentares petistas não estão traindo os princípios de fundação do PT.

O que me preocupa é a forma como os poucos petistas que não estão de acordo com a política estão sendo tratados. E que por ventura, o PT da Articulação não passe a ser intolerante com uma parcela de militantes e Deputados que nunca deixaram de acreditar em Lula Presidente, nas mudanças e na esperança de ver um Brasil diferente.

Meu candidato... O que elegi e fiz campanha em Pernambuco (Paulo Rubens Santigo), assim como outros, tiveram que se abster, desolados, sendo que alguns sairam até chorando.

Ontem a votação foi imperdível, mas vamos ver o que a história nos revela.
Postar um comentário