quarta-feira, abril 16, 2003

Cronica Noturna


Por Renato Motta
Madrugada no Largo de São Francisco, centro do Rio de Janeiro, duas pessoas, no mínimo suspeitas por se vestirem de preto e olharam nervosamente para os lados carregando uma bolsa pesada até se aproximarem do epicentro da praça.

Bem no meio, ficava a estátua de José Bonifácio, patrono do Império e das idéias liberais do século XVIII no Brasil. Os suspeitos pulam a grade e começam a gritar:
- Assalto, é um assalto fica quieta estátua, você tá rendida! !!!
E a estátua, por ser estátua, ficou parada, onde já se viu? Pensou Bonifácio, gritarem pra uma estatua?
- Se der um pio, agente vai te picar toda, perdeu cumpadi, perdeu!!! - continuava o meliante voltou-se para o seu ajudante e apontou: - Pega o serrote rápido, vou levar essa cabeça, deve valer uns dez paus!!!

E pimba, decepada a cabeça de Bonifácio que já pensava naquela situação:
Além de receber titica de pombos, rolinhas e pardais, de não ter conservação mínima por parte das autoridades, ainda seria decaptado por dois ladrões? Aonde vamos parar?

- Esse serrote não corta, pega o maior – dizia pro seu acompanhante.

Eu que tanto lutei pelas idéias liberais, sou agora uma vítima decaptada como a corte Francesa, como Luis XV?? Que absurdo!!!! Refutava a cabeça de Bonifácio.

- Agora tô cortando, falta pouco, o corpo vai cair todinho!!!
O barulho deste serrote ecoou por dentre a estrutura da estátua e produziu um som mais alto que chamou a atenção de um guarda municipal que passava pelo local, e que saiu correndo em direção aos dois.
- Hii é a “poliça”, corre cumpadi!!! – E os dois escaparam da detenção e do inquérito do Guarda.
Bonifácio, com sua cabeça no chão indignada pensou:
Que país é este em que estamos? Como deve estar Dom Pedro I lá na praça Tiradentes? É...
Vida de estátua não tá fácil, está bem perigoso morar no Rio, inclusive para nós, bustos e estátuas...
E que Deus proteja o Cristo Redentor!!!!!!
Postar um comentário