segunda-feira, julho 08, 2002

Torrencial I



Um temporal se inicia em Recife. O ponto de ônibus era pequeno para tanta gente que tentava se proteger de um banho inesperado.
Ouço de um passante:
Oxê.... o inverno começou visse.
Fiquei realmente espantado, coisa de quem é sulista, o calor é intenso aqui, e o que define o inverno é a quantidade de chuva.
Ainda irei me acostumar ao rigoroso inverno pernambucano molhado.

Torrencial II


Lembro de Itaipava, carnaval, com meus confrades da SOCABA lá no sul do Espirito Santo. Fernando com um guarda sol imenso indo para o meio da chuva.
Everaldo e Mauro, em gesto de reprovação, condenam o pobre:
- O que é o vício, indo comprar cigarro na padaria, no meio dessa chuva toda, embaixo de um guarda sol ridículo, o vicio é uma merda.
Mais tarde Fernando volta, para pegar um casaco. Everaldo e Mauro perguntam:
Comprou o seu cigarro? - que responde responde:
Não fui apenas ver se tinha cerveja.- Everaldo retruca:
E está gelada?
Sim - responde Fernando
Resultado: Fernando, Mauro e Everaldo embaixo do guarda sol ridículo indo pra padaria tomar mais umas cervejas. Quase uma grade foi o resultado da investida.

Moral dessa história nesse momento, aqui em Olinda.
1) Esta chovendo muito aqui
2)Combinei com meus de me encontrar no bar Marola, para comer um arrumadinho e tomar umas cervejas.
3)Essas serão em homenagem aos meus confrades.

Postar um comentário