quinta-feira, janeiro 12, 2017

O Papel e o Mar

Fevereiro é sinônimo de carnaval e vamos colocar uma luz literária sobre o samba enredo do GRES Renascer de Jacarepaguá, escola esta que tenho um carinho enorme por ter feito parte de sua bateria.

Com o enredo “o papel e o mar”, o carnavalesco Luiz Carlos Bruno deu asas a imaginação e vai promover um encontro imáginario entre dois personagens negros, não contemporâneos, da cultura e da história do país: a escritora Carolina Maria de Jesus e João Cândido, o “Almirante Negro”, líder da Revolta da Chibata.

Esse encontro se dá através de um bilhete lançado ao mar numa garrafa e cujo teor será a liberdade, a luta, a resistência deste povo sofrido. Os nós sendo desatados em versos e poesia cuja exaltação será as virtudes destes personagens da história brasileira sob a bandeira da luta por uma revolução contra a Lei da Chibata e das dificuldades impostas a quem tem essa tonalidade da pele. O ser negro!

Belo samba que merece ser escutado com carinho.

Enredo: "O Papel e o Mar"
COMPOSITORES: Claudio Russo, Moacyr Luz e Diego Nicolau

ALMIRANTE JOÃO
SOU CAROLINA DE JESUS
CARREGO PAPELÃO, VOCÊ NAVEGA SUA CRUZ
NA CORRENTEZA A SUA VOZ FOI MERGULHAR
EU FIZ DOS VERSOS A FORTALEZA PRA MORAR

SOU A FILHA DA MISÉRIA
VOCÊ NASCEU PRA GUERREAR
NÓS SOMOS A LIBERDADE
EU SOU PAPEL, VOCÊ É O MAR

SOBREVIVI NA ESCURIDÃO
SEM TER VOCÊ, INSPIRAÇÃO
ÔÔÔ DESATANDO OS NÓS
HOJE A RENASCER FALA POR NÓS

JOÃO
NEGRO FEITICEIRO
O TIMONEIRO CONQUISTADOR
CAROLINA É ALFORRIA
POESIA DA ALMA QUE SE LIBERTOU
NA LUTA CONTRA A TIRANIA
NA RESSACA DA AGONIA, RUBRO OCEANO
DRAGÃO DOS MARES
SEGUE A COSTEIRA GANHANDO LARES
NOSSA BANDEIRA, GUANABARA
O LEME DA REVOLUÇÃO
SALVE A NEGRURA, SALVE A BRAVURA
RESGATADA DO PORÃO

OH MESTRE SALA QUEM TE ENSINOU A BAILAR
UM MARINHEIRO SABE O BALANÇO DO MAR
A CHIBATA NÃO ESTALA MAIS
QUANTOS SONHOS GUARDA O VELHO CAIS

Postar um comentário