quinta-feira, setembro 10, 2009

Excesso de turistas coloca em risco corais de Porto de Galinhas

GOSTEI MUITO DESTA MATERIA NO SITE DO WWW.OGLOBO.COM.BR, SEM DUVIDA É
ALARMANTE E MERECE SER LIDO:

"RECIFE - Os turistas que vão à Praia de Porto de Galinhas, no litoral
sul de Pernambuco, estão colocando em risco os corais que formam as
piscinas naturais do local e que ficam localizados em cima dos
arrecifes. O alerta é dos biólogos da Universidade Federal Rural de
Pernambuco (UFRPE). Os arrecifes são invadidos por uma multidão nos
fins de semana. A ação parece inofensiva, mas o simples fato de
caminhar sobre os corais já provoca a degradação do meio ambiente.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, os corais não são plantas
nem pedras. São animais que fazem parte da fauna marinha. São seres
vivos frágeis que levam dezenas de anos para se desenvolver.

A professora Fernanda Duarte Amaral, do departamento de biologia da
UFRPE, faz o alerta: se nada for feito com urgência, não apenas os
corais, mas todo o ecossistema presente nas áreas de piscinas naturais
de Porto de Galinhas corre o risco de sofrer prejuízos irreversíveis.

Quando as pessoas estão pisoteando os corais, muitas vezes elas estão
pisando na boca do animal coral que forma a colônia - explica.

- São organismos vivos importantes para o homem, inclusive para o
oxigênio que respiramos.

O chefe de fiscalização do Ibama, Leslie Tavares, disse que sem uma
lei específica para proteger os arrecifes, nada pode ser feito para
evitar o acesso descontrolado de pessoas ao local.

O ideal era que houvesse uma regulamentação do uso turístico, o Ibama
precisa dessa lei para atuar. Se isso não for feito, teremos uma perda
nessa área de Porto que vai prejudicar o turismo e as atividades
econômicas no local - afirmou.

A Secretaria de Turismo de Ipojuca informou que está desenvolvendo, em
parceria com a Secretaria de Meio Ambiente, um programa de preservação
dos corais nas praias do município."

Postar um comentário