sexta-feira, agosto 22, 2008

Correlatos


Por Renato Motta

Minhas paredes estão descascando
As sinto nos poros da alma
São fragmentos perdidos em trilhos
Trilhas que percorro o cotidiano

Vasculho minha inocencia em tempos perdidos
Como fui tolo, como sou... ego
Enfim, pouco nego
Para quem acha que está num filme holwoodiano voando num Deloren rumo ao passado, De volta para o futuro.
Não há claquete
Chuto a métrica desesperado
Luz, camera, ação! Enquete
Como se buscasse revolucionar meu tempo
Vascilo no espaço

Inquietação
A minha possibilidade de verbalizar -
Poema sem trema
Ver; Berro; Espero.
Serro conformidades inconformado
Me calo
Busco lógica na Debatedeira de Melamed, ou Abujamra
Correlatos
Mil formatos
Talvez estes deveriam ser nossas vozes do Brasil
Guarani ou tupi? Não defini
"EM BRASÍLIA, DEZENOVE HORAS"

Postar um comentário