quarta-feira, novembro 29, 2006

Do alto do Gustavo Capanema


Do alto do perédio Gustavo Capanema, vejo por dentre a janela o mosaico dos prédios atraves do modernismo ultrapassado da década de 60, e os arquivos históricos do Patrimonio Historico Artistico Nacional.

Desta imagem em preto e branco, os predios contemprâneos foram ocupando o seu entorno numa selva de pedra, concreto, cimento e janelas.

Os jardins suspensos do Capanema, do Menezes Cortes, e do concreto maciço do Ministério da Fazenda... e os meus pensamentos voando a cerca do que fazer, do que pesquisar, de trabalhar onde já esteve Carlos Drumonnd de Andrade, Pedro Calmon, Manuel Bandeira.

Procuro! Onde estará o retrato de Itabira, pendurado numa parede deste prédio?
Postar um comentário