segunda-feira, janeiro 17, 2011

REGIÃO SERRANA - RIO DE JANEIRO

Hoje acessei o blog Cantico das Palavras e me deparei com um Hai Cai de Cynthia Lopes. Nos comentários encontrei outros poetas se manifestando. Busquei complementar com as frases de Vento e de Isabelle Câmara um poema que precisava ser acabado.

"chuva densa cai
arrasta todas as coisas:
resta a lama"
(Cynthia Lopes)

"Triste ironia:
o anagrama da lama
é a própria alma."
(José Carlos Brandão)

"A natureza prega-nos partidas" 
(Vento)
"e a alma humana desumana" 
(Isabelle Câmara)
"se esfacela em desesperos
medos.
Mãos solidárias arrancam vida
mortes
Mosaico caleidoscópio da lama
Região Serrana"
(Renato Motta)
Postar um comentário