quinta-feira, fevereiro 25, 2010

Finda o Cordel do Fogo Encantado

A notícia sobre o fim do Cordel do Fogo Encantado hoje foi destaque na
mídia de Pernambuco.

Segundo o jornal "Aqui PE", o vocalista Lirinha deixou uma anunciou no
site oficial do grupo, para tentar carreira solo.

Outros grupos de Pernambuco fazem falta no cenário musical, dentre
eles o Mestre Ambrósio que produziu dois albuns fantásticos - Mestre
Ambrósio e Fuá na Casa de Cabral.

A inovação de timbre do Cordel do Fogo Encantado ocorreu em seu
primeiro CD, que fazia uma mistura de ritmos, incluindo toda a
representação do Agreste e do Sertão pernambucano com as suas toadas,
seus aboios, côcos de roda e uma melancolia da seca incluindo a
emigração do sertanejo que deixa a sua terra.

"O Sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão", assimo como as
profecias Xucuru de Ororubá. Uma combinação perfeita que logo caiu no
gosto da juventude pernambucana e nacional.

O segundo album do Cordel foi bem produzido mas não teve a mesma
absorção do primeiro.

Diferente do Mangue Beat de Chico Science e Nação Zumbi que teve 2
grandes albuns, o som do Cordel encontrava eco no seu primeiro
trabalho, e talvez tenha sido o estopim para a dissolução.

Fica o consolo aos fâns de que a ultima apresentação do Cordel no
Carnaval Multi-Cultural no Marco Zero de Recife em 2010 sairá em DVD e
CD.

De resto, o Cordel do Fogo Encantado deixará saudades.

Postar um comentário