quarta-feira, outubro 12, 2005

Só a Lua


Os amigos, os momentos, a praia, o sol e o violão. Assim foi meu reencontro com Sandra, Madureira, Everaldo e Jonas na praia de Mangue Seco.

E este meu amigo Jonas do Piauí é uma grande figura. Levando seu violão para todos os cantos, e encantos, fiz duo vocal com ele que acabou resgatando uma música de Sylvinho que aqui reproduzo. Valeu Jonas, boas lembranças deste re-encontro de MEH,s

Só a Lua
Sylvinho

Lembro que ela disse meio triste uma vez
A vida Não é só sair por aí a fora
Prazer real, não vê som em caça
Tudo que naturalmente, dia a fora

Só a lua poderá lhe dizer, o quanto eu gosto de você
Só a lua poderá lhe dizer, o quanto eu gosto de você

Por mais que eu tente, não consigo entender
A vida é muito curta, não há tempo a perder
Eu vendo minha alma, por seu beijo
Permito confudir ansiedade com desejo
Postar um comentário