quarta-feira, outubro 02, 2002

Desespero


Estar de madrugada, no meio da estrada, o onibus em movimento, você meio sonolento, ouvir o estrondoso barulho de teu walk man cair no chão do veículo.
Liga aquela luzinha pilantra que não ilumina nada, ter que tatear na maior escuridão um chão sujo e empoeirado de resotos de comida, tentar não acordar ninguem, se locomover entre dua spoltronas abaixadas.
A gloria se passa depois de quase uma hora voce encontra o aparelho, o o que quer que seja.
Desespero pouco.... é bobagem.



Postar um comentário