quarta-feira, novembro 28, 2001

Série Pilhagem
Por Renato Motta


Pensei que furei o pneu
Era a minha engrenagem
Andava de fluxo baixo
Tocaia, arrastão, pilhagem


Já fui uma vez ao festival
Poeta que cede, bondade
Mas, por um erro matreiro
Me vejo com a novidade


Talvez por ser seresteiro
Quem sabe? Possibilidade
Seja usurpado de tudo
A prosa, poesia, pilhagem


Sondei minha vida, constante
Fui lá pra Minas, Contagem
Voltei, não meio cabreiro
A sobra que fica, filmagem
Postar um comentário