terça-feira, maio 24, 2011

POESIA FACEBOOKEANA

Penso...
Quando entro FACEBOOK

Posso ser sondado pela CIA
Por uma pessoa arredia
ou por aquela péssima companhia...

Ser dissecado por aquela mente doentia
Por aquele que entrou e nem conhecia
Ou investigado por quem já sabia...

Usarem meus dados pruma simpatia
Ser vigiado por aquela minha tia
Ou bisbilhotado por uma velha mania

Como chacota de quem chorava ou sorria
Ser devorado por uma doida vadia
ou simplesmente por quem ama de poesia.
RENATO MOTTA - POESIA DE FACEBOOK

Postar um comentário