domingo, dezembro 27, 2009

A hipocrisia



João Alfredo chega no Recife após passar trinta anos servindo o exército brasileiro no Haiti. No aeroporto, ansioso, seu filho o aguarda para recebê-lo. Assim que João alfredo desembarcou no saguão, o filho corre para recebê-lo e para contar as novidades.

Percebendo o nervosismo do filho, João Alfredo perguntou:
- Que foi filho? Porque você ta tão ansioso?
- Papai, você não vai acreditar. Nesses trinta anos que você passou fora do país o nosso Sport foi campeão brasileiro.
- Campeão brasileiro? Quando foi?
- No século passado papai! Apesar de ta muito ruim hoje, o Sport um dia já foi grande. Você não sabia?
- Não! Não foi noticiado nada nos jornais. Só tava sabendo do fiasco do centenário. Mas onde foi a final? Maracanã, Mineirão, Morumbi?
- A final foi na Ilha. Não sei o nome do estádio do primeiro jogo, mas foi em algum de São Paulo.
- Em São Paulo? E qual time paulista o nosso time enfrentou na final? Corinthians? Palmeiras? São Paulo?
- O Guarani...
- Guarani?! Final Sport x Guarani. Mais parece final de série B!
- Também foi. Os dois decidiram os campeonatos da segunda divisão e a primeira também.
- Você ta me dizendo que o Sport tava na segunda divisão? E como é que foi campeão brasileiro?
- É que a CBF mudou o regulamento e fez os campeões da primeira e da segundona decidirem o título.
- Então você ta me dizendo que o Sport um dia foi campeão brasileiro, disputando a segunda divisão? Como é que pode?
- Podendo, ora!
- É meio estranho, mas tudo bem, se ganhamos do campeão da primeira divisão é porque éramos melhores mesmo. Ganhamos de quanto?
- Não ganhamos. Não teve jogo.
- Não teve? Então você tá me dizendo que o Sport um dia foi campeão brasileiro, disputando a segunda divisão e ganhando de WO?
- É porque os times grandes da primeira divisão não reconheciam a segunda divisão como participante da primeira divisão. Para eles campeão brasileiro é quem disputa primeira divisão.
- Então você tá me dizendo que o Sport um dia foi campeão brasileiro, disputando a segunda divisão, ganhando de WO e sem enfrentar nenhum time da primeira divisão?
- Sim.
- Bom, apesar de tudo, o Brasil todo deve ter parado para assistir aquela final inusitada e viu a garra do nosso time.
- Na verdade, não. O jogo nem foi transmitido. Somente a TV Jornal passou e para Recife apenas.
- Então você tá me dizendo que o Sport um dia foi campeão brasileiro, disputando a segunda divisão, sem enfrentar nenhum time da primeira divisão, ganhando de WO e o jogo nem passou na TV? Tá bom, pelo menos posso dizer que sou campeão brasileiro.
- Mais ou menos. É que muita gente não reconhece este título.
- Pô filho, tu tá me dizendo que o Sport um dia foi campeão brasileiro, disputando a segunda divisão, sem enfrentar nenhum time da primeira divisão, ganhando de WO, que o jogo não passou na TV e que ninguém reconhece este título?
- Não foi isso que eu disse. Eu disse que muita gente não reconhece, mas ele é reconhecido sim.
- Reconhecido por quem?
- Pela CBF.
- Só?
- Pela CBF e por nós rubro-negros.
- Peraí, em que ano foi isso?
- 1987.
- Mas filho que eu saiba o campeão brasileiro de 1987 foi o Flamengo.
- Pô, papai, até você? Assim não dá. Desisto.
- Conta outra filho.

Sobre o autor:
(Carlos R. S. Júnior é paranaense, morou em pernambuco, assistiu o hexa campeonato do Flamengo e conheceu muitos rubro-negros-amarelos que ainda se iludem com este pseudo-título. O autor autoriza a divulgação desta crônica em meio eletrônico).
Postar um comentário