sexta-feira, dezembro 03, 2004

Novo Escriba



Olá babilônicos. Com o convite de Renato Motta, passo a informar que estou integrando o grupo de escribas desta venerada Ordem.
Seguindo os preceitos mais que sinceros dos ritos de passagem, encaminho-lhes umas palavras de momento:

CHEGANÇA
Entrei por esta portas
A convite de um grande amigo
Prometo com todas as letras deste poema
Escrever o dito ou não dito

A Babilônia já me é grande companheira
Dos tempos do Borboleta
Que esta casa esteja abençoada
Pela cachaça cor violeta

Introdutor do pá-buff
Nos rituais da Socaba
Reparei que gostaram muito
Pois pra mim não sobrava nada

Vi gente dizendo
Que a mistura não prestava
Duas horas depois
O cabra não se encontrava

Vi o peido perdido na Rural
Depois de tanto consumir
O glorioso pá-buff
Depois só o desejo de dormir

Assim me introduzo
No seio da Babilônia amada
Poemas, crônicas e contos
Esta será a minha pisada

Cardeal Beto Barraca

Postar um comentário